A presente edição "As Artes No Jardim" do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima cumpriu mais uma vez os seus objetivos.

Contribuir a nível local, nacional e internacional para uma maior sensibilidade para a arte nos jardins e para o aumento da importância dos espaços verdes, melhora a qualidade de vida dos cidadãos, desperta a criatividade e a imaginação de quem o visita. Visitado com regularidade, este evento, único em toda a Península Ibérica, atraiu a atenção de mais de 90 mil visitantes.

O concurso 2010 "Kaos no Jardim" recebeu setenta e sete candidaturas, mais dez do que a edição anterior. Provenientes de autores de 15 países diferentes, Portugal está no no topo da lista, com 29 propostas, sendo as restantes oriundas da França, Espanha, Áustria, Itália, República Checa, U.S.A, Inglaterra, Irlanda, Sérvia, Brasil, Holanda, Alemanha, Austrália e Russia.

Desde o seu início em 2005, o Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima tem registado uma evolução significativa. De ano para ano aumenta o número de propostas. Em 2006 foram apresentadas 19 propostas, em 2007-30; 2008-43; 2009-67 e a edição 2010 recebeu 77 candidaturas.

Após esta fase de receção de candidaturas, as mesmas serão submetidas à avaliação do Júri, que tem como missão escolher onze novos projetos para edição de 2010. Com lugar garantido para o próximo ano está o jardim mais votado de 2009: "Kaleidoscope Garden" foi concebido pela Shenzhen BLY Landscape and Architecture Planning and Design Institute, da China.

"Kaleidoscope Garden" obteve a maior votação, cerca de 21%, encontrando-se os restantes muito próximos: "Jardim dos Sentimentos" com 20%, "Jardim dos Origamis" 19% e o "Eohippus" com 11% da preferência do público.



Festival de Jardins pela Europa em Camião Tir

A promoção do Festival Internacional de Jardins apresenta novas nuances. A imagem do Festival está expressa num camião TIR, colocada no toldo do reboque, com cerca de 14 metros de comprimento e 2,60 m de altura.

Esta campanha resulta de um acordo estabelecido entre o Município de Ponte de Lima e a empresa M.J.Sousa de Arcozelo-Ponte de Lima, que circula regularmente por todos os países da Comunidade Europeia. Divulgar o Festival e ao mesmo tempo promover o nome de Ponte de Lima junto dos Europeus, é o principal objetivo desta iniciativa que já roda pela Europa.


11 de Novembro 2009